Das guerras

“Depois de varrer seu mercado, Abu Hussein se senta e espera o dia todo pela hora em que vai morrer.”
Abu Hussein não vive no Rio, mas podia.

Da Eu, Alice

Metida na madrigueira que me levou à Cidade Maravilhosa, não deixo de assombrar-me com este país onde as regras do tempo e do espaço estão de cabeça para baixo.
Aqui todos os movimentos levam à Rainha de Copas.

Das projeções

Uma mulher, que participava de uma sessão terapêutica de Constelação Familiar, observava atenta a outra mulher que representava o seu papel.
Ao ver-se naquela mulher, tomou consciência de quem era e gostou-se mais na imagem da outra.
Sacou o celular e tirou uma foto.
No final da sessão, correu para o cabeleireiro, mostrou a foto e disse: quero este corte, nesta cor.
Nunca mais foi a mesma.

Das decisões

Uma amiga costumava dizer:
” de um jeito ou de outro a gente sempre morre do coração”
Observando meu histórico familiar cheguei a seguinte conclusão:
não usarei stent como meio de expansão
mas o estêncil de um grande coração