Das projeções

Uma mulher, que participava de uma sessão terapêutica de Constelação Familiar, observava atenta a outra mulher que representava o seu papel.
Ao ver-se naquela mulher, tomou consciência de quem era e gostou-se mais na imagem da outra.
Sacou o celular e tirou uma foto.
No final da sessão, correu para o cabeleireiro, mostrou a foto e disse: quero este corte, nesta cor.
Nunca mais foi a mesma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s